fbpx

Parashat Pecudêi (Contas)

Beit HaDerekh

Êxodo 38:21-40:38
II Reis 12
Heb. 5,6,7

Hoje encerramos o livro da Torah, Shemot, Êxodo e quando encerramos um livro sempre dizemos as palavras qu Senhor deu a Josué:

Chazak chazak venit chazek! Força, força, que sejamos fortalecidos.
Aula em vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=sP1G1kH69xk

חזק חזק  ונתחזק


Resumo da Parashá
Hoje leremos a Porção final de Êxodo, um livro que começa com o povo judeu escravizado pelo faraó no Egito e agora termina com a construção do Tabernáculo no deserto.

Os comentaristas referem-se a este segundo livro como o Livro da Redenção, e este é seu tema desd início da Parashá Êxodo até o final de Pecudêi.

A Redenção não foi conseguida somente por escapar da escravidão;

receber a Torá no Monte Sinai deu um propósito a esta liberdade, refrigério da Presença de D’us entre Sua nação é o clímax da salvação.

A Parashá Pecudêi começa com uma contabilidade completa do ouro, prata e cobre doados pelo povo para uso no Tabernáculo. A Torá prossegue descrevendo os tecidos e a confecção das várias vestes a serem usadas pelo Cohen Gadol (Sumo-sacerdote) durant serviço.

Após a inspeção de Moisés e aprovação dos muitos utensílios, Moisés estabelec Tabernáculo enquanto cada parte é ungida e colocada no lugar que lhe foi destinado. E como D’us havia prometido, Sua glória preench Tabernáculo.

Ordem no Tabernáculo

“Não tenho tempo!” Esta declaração é a frase mais comum na sociedade atual. Temos muitas coisas para fazer durant dia, e quando cai a noite estamos inevitavelmente atrasados com nossas tarefas. Como poderemos administrar melhor nosso tempo e realizar mais todos os dias?

A respeito da construção do Tabernáculo, a porção desta semana da Torá declara

“Betsalel, filho de Uri que era filho de Chur, da tribo de Judá, fez tudo que D’us ordenou a Moisés” (Êxodo 38:22).

Este versículo provoca uma grande dúvida: Como Betsalel pôde fazer tudo que D’us ordenou a Moisés? Betsalel não estava presente quando D’us instruiu Moisés a construir o Tabernáculo?!

Rashi, explica qu versículo nos ensina que, através de Ruach Hacôdesh, inspiração Divina, Betsalel sabia até mesmo as coisas que Moisés não lhe dissera.

Embora não estivesse presente quando D’us deu as ordens a Moisés, Betsalel ainda foi capaz de construir o Tabernáculo exatamente de acordo com as especificações de D’us.

Rashi prova que Betsalel soube de tudo através do Ruach Hacôdesh pelo fato de que quando Moisés disse a Betsalel para primeiro fazer os utensílios do Tabernáculo, e depois então construir a estrutura em si, Betsalel corrigiu Moisés e informou-o de que deveria ser feito do outro modo.

Por que é importante saber se a estrutura do Tabernáculo ou os utensílios foram feitos em primeiro lugar?

Rabi  Levovitz explica que assim vemos a importância de colocarmos tudo em sua ordem correta.

Jamais teremos tempo suficiente a cada dia para cumprir tudo aquilo que gostaríamos. Portanto, devemos estabelecer prioridades em nossa vida, para que possamos realizar tanto quanto possível com o tempo que nos foi reservado.

O Que Você Realizou… Hoje!
As quatro parshiot anteriores abordam os detalhes com minuciosas especificações para a construção do Tabernáculo, seus objetos e vestimentas sagradas. Nessa Parashá o mais importante detalhe é sobre contribuição– o cálculo total da soma das doações recebidas para a causa.

A este respeito, a Torá atua como um contador competente. Um relatório detalhado é fornecido do ouro, prata e cobre, que foi doado, totalizando o valor geral.

Esse aspecto da nossa Parashá pode ser muito instrutivo em nossas vidas diárias. Recordando o pecado do fruto proibido, D’us se volta a Adam e pergunta: “Ayeka?” “Onde você está?”.

O Rabino Zalman  explica que essa é a pergunta que cada um de nós devemos nos perguntar: Onde eu estou? Em que estágio você está em sua vida? O que você realizou nos últimos cinco, dez, vinte anos de sua vida?

Estas perguntas nos faz dar uma pausa. Na verdade, o que eu realizei na minha vida? Tenho orgulho e estou satisfeito com minhas realizações? Eu poderia ter feito mais? Estou vivendo minha vida em seu máximo potencial?

As respostas a essas perguntas não são conhecidas a menos que se pare para fazer uma prestação de contas das nossas ações e colocarmos junto o registro dos fracassos e sucessos de nossa vida.

Essa é a única maneira de ver a vida de uma perspectiva abrangente; isto nos permite fazer os ajustes necessários que irão alterar nosso curso, garantindo que estamos indo na direção que D’us deseja.

Pergunte a si mesmo esta noite antes de ir para a cama: O que eu realizei hoje? Não vá dormir antes de dar a si mesmo uma resposta.

Não Sente, Caminhe!
Sentar é o vilão. Assim diz o ditado sobre a saúde.

O Dr. James Levine, um dos maiores especialistas do mundo sobr assunto diz: “Estamos nos sentando para a morte.”

O motivo é que não fomos feitos para permanecermos parados. Nosso corpo foi feito para movimentar-se, ficarmos de pé, caminhar e correr. A pergunta é: o mesmo se aplica à alma, ao espírito, à mente?

É fascinantlhar para a sequência de verbos no primeiro versículo do livro dos Salmos:

 

“Feliz é o homem que não andou no conselho dos perversos, nem se colocou no caminho dos pecadores, nem sentou na companhia de zombadores.” (Salmos 1:1).

 

O homem mau começa andando e termina sentado. Uma vida má imobiliza. Este é o ponto dos famosos versos em Halel (Salmos 113-118):

 

Seus ídolos são de prata uro, a obra das mãos do homem. Eles têm boca, mas não falam, olhos mas não vêem, ouvidos mas não ouvem, nariz mas não cheiram. Eles têm mãos mas não podem sentir, pés mas não podem andar, nem podem fazer um som com suas gargantas. Aqueles qus fazem serão como eles; assim serão todos que confiam neles. (Salmos 115:4-8)

 

Exceto na Casa do Senhor, o povo de D’us não se senta. A vida judaica começou com duas jornadas difíceis, Abraão da Mesopotâmia, Moisés s israelitas do Egito.

 “Caminha à Minha frente e seja sem culpa” disse D’us a Abraão (Genesist 17:1).

No versículo Gn 37:1 “Jacó habitou [vayeshev, o verbo que também significa “sentar”] na terra onde seu pai tinha permanecido”

Rashi, citando os sábios, comentou: “Jacó procurava viver em tranquilidade, mas imediatamente caíram sobre els problemas de José.” Os justos não permanecem sentados. Eles não têm uma vida tranquila.

Rarament ponto é atingido com tanta sutileza como no final da Parashá desta semana. O Tabernáculo tinha sido feito e montado. Os versos finais nos falam sobr relacionamento entre ele e a “nuvem de glória” que encheu a Tenda da Congregação.

O Tabernáculo foi feito para ser portátil. Poderia ser desmontado e suas partes carregadas quando os israelitas viajassem no próximo estágio da sua viagem. Quando chegou a hora para eles se moverem, a nuvem se moveu da Tenda para uma posição fora do acampamento, assinalando a direção qus israelitas deveriam tomar.

Eis como a Torá descreve isso:

Quando a nuvem se erguia acima do Tabernáculo, os israelitas subiam em toda a sua jornada, mas se a nuvem não tivesse subido, eles não partiriam até qu dia nascesse. Portanto a nuvem do Senhor estava sobr Tabernáculo durant dia, fogo estava na nuvem à noite, à vista de toda a casa de Israel em todas as suas jornadas. (Êxodo 40:36-38)

Há uma diferença significativa entre as duas ocorrências da frase “em todas as suas jornadas”. Na primeira, as palavras têm o sentido literal. Quando a nuvem subiu, os israelitas souberam que estavam para começar um novo estágio da sua jornada.

Porém no segundo exemplo, elas não podem ser levadas literalmente. A nuvem não estava “sobr Tabernáculo” em todas as suas jornadas. Ao contrário, era somente quando eles paravam e montavam acampamento que a nuvem parava sobr Tabernáculo. Durante as jornadas a nuvem seguia em frente.

Rashi faz um comentário: O local onde eles acamparam é também chamado de “uma jornada”… porque a partir do local de acampamento eles sempre iniciavam uma nova jornada, portanto são todas chamadas “jornadas”.

Em poucas palavras, Rashi sintetizou uma verdade existencial sobre a identidade do povo de D’us. A vida com o Eterno é uma jornada antes de ser um destino.

Até um local de descanso, um acampamento, ainda é chamado de jornada. Os patriarcas viviam, não em casas, mas em tendas. A primeira vez que fomos informados de que um patriarca construiu uma casa, prova este ponto:

Jacó viajou a Sucot. Ali ele construiu uma casa e fez abrigos (sucot) para seu rebanho. É por isso que ele chamou o local de Sucot. (Genesis 33:17).

Jacó acaba de se tornar o primeiro membro da família do pacto a construir uma casa, porém ele não chama o local de “Casa” (como em Bet-El ou Bet-lechem). Ele chama de “abrigo para rebanho”.

É como se Jacó, já soubesse que levar uma vida com o Eterno significa estar preparado para se mudar, viajar, fazer uma jornada, crescer.

Alguém poderia ter pensado que isso tudo se aplicava somente ao tempo antes ds israelitas cruzarem o Jordão e entrarem na Terra Prometida.

Porém a Torá diz de modo diferente:

A terra não deve ser vendida em perpetuidade porque a terra é Minha; vocês são estrangeiros e residentes temporários naquilo que me diz respeito. (Levitico 25:23).

Se vivermos como se a terra fosse permanentemente nossa, nossa estada ali será temporária. Se vivermos como se apenas fosse temporária, então viveremos permanentemente.

Neste mundo de tempo e mudança, crescimento e queda, somente D’us e Sua palavra são permanentes. Olha o que diz no Livro dos Salmos:

“Sou um estrangeiro na terra. Não esconda seus mandamentos de mim” (Salmos 119:19).

 Um lar de um inglês é seu castelo, como eles costumam dizer. Mas o lar de um judeu é uma tenda, um tabernáculo, uma sucá.

Sabemos que a vida na terra é uma morada temporária. É por isso que temos que valorizar cada momento e cada desafio da vida.

O inglês Lord George Weidenfeld, faleceu aos 96 anos. Foi um editor de sucesso e conselheiro e Chefe de Gabinete de Chaim Weizmann, primeiro Presidente de Israel.

Um dos seus últimos atos foi ajudar a resgatar 20.000 refugiados cristãos fugindo do ISIS na Síria. Ele era alerta e muito ativo, até mesmo hiperativo, até o fim de sua vida.

Numa entrevista ao The Times em seu nonagésimo segundo aniversário, foi feita a ele a seguinte pergunta:

“A maioria das pessoas com 90 anos diminui o ritmo. Você parece estar acelerando. Por quê?”

Ele respondeu: “Quando você chega aos noventa e dois, começa a ver a porta se fechar. Tenho tanto a fazer antes que a porta se feche que quanto mais velho fico, mais tenho de trabalhar.”

Esta é uma boa fórmula para permanecer jovem.

Como nosso corpo, nossa alma não foi feita para ficar sentada imóvel. Fomos feitos para nos mover, caminhar, viajar, aprender, pesquisar, lutar, crescer, sabendo que muitas vezes não cabe a nós completar a obra, masmesmo assim não podemos ficar fora dela.

Agora uma observação, ao terminarmos o livro de Êxodo aprendemos qu Sumo Sacerdote Cohen Gadol descende da tribo de Levi. Mas Yeshua é o nosso Sumo Sacerdote (HB:8) e não descende de Levi e sim de Yehudá, Judá. Como fica isto?

A resposta esta em HB: 5,6,7.

Em Gênesis 14:18-20

 18Ora, Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; pois era sacerdote do Deus Altíssimo;   
19e abençoou a Abrão, dizendo: bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Criador dos céus e da terra!
20E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos! E Abrão deu-lh dízimo de tudo.

Quem é maior o que abençoa ou o que é abençoado? O superior é aquele que abençoa. E quem abençoou Abraão? Melquisedeque.

Quem é o superior o que dá o dízimo ou o que recebe? O que recebe.
Melquisedeque, o sacerdote do Eterno recebeu o dízimo de Abraão.

Isto indica que existia uma linhagem sacerdotal muito anterior a existência do próprio sacerdócio levitico, pois Levi não tinha nem nascido nesta época de Abraão e Melquisedeque. Abraão gerou a Isaque,Isaque gerou a Jacó e Jacó gerou a Levi.

A linhagem sacerdotal de Melquisedeque é superior a linhagem sacerdotal de Levi.

 Hebreus 7
4Considerai, pois, quão grande era este, a quem até o patriarca Abraão deu o dízimo dentrs melhores despojos.   5E os que dentrs filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que estes também tenham saído dos lombos de Abraão;    6mas aquele cuja genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou ao que tinha as promessas.    7Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior.    8E aqui certamente recebem dízimos homens que morrem; ali, porém, os recebe aquele de quem se testifica que vive.    9E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos,    10porquanto ele estava ainda nos lombos de seu pai quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.  

Yeshua não pertence a linhagem sacerdotal de Levi e sim a linhagem sacerdotal de Melquisedeque que é uma linhagem superior.

Hebreus 6
19 a qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até o interior do véu;    20 onde Jesus, como precursor, entrou por nós, feito sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.   

Yeshua é a imagem do Eterno se manifestando de forma visível.

Colossenses 1
15 o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
16porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele.
17 E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.


Hebreus 7
23E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque pela morte foram impedidos de permanecer,    24mas este, porque permanece para sempre, tem o seu sacerdócio perpétuo.    25Portanto, pode também salvar perfeitaments que por ele se chegam a Deus, porquanto vive sempre para interceder por eles.

Queria fazer um comentário sobre a porção da Haftará desta semana que está em IIRs:12. Vou fazer um resumo aqui para vocês.

Joás tinha seis anos de idade quando subiu ao trono de Jerusalém. Um garoto de seis anos,mesmo que receba o titulo de Rei ,ele não pode reinar.Ele precisa de ajuda.

Existia um Sumo sacerdote de nome Joiada,e este Sumo Sacerdote criou Joas para ser um bom Rei.

Joas foi um bom rei e reinou por 40 anos, pouquissimos reis em Israel reinaram por 40 anos. David, Salomão,Joás e Ahav.

Joas estava crescendo sobre a supervisão de Joiada e fizeram uma coleta de dinheiro (ouro e prata) para recuperar o Templo que estava deteriorado pois havia centenas de anos que Salomão o tinha construído.

Joiada convenceu Joás a fazer uma coleta para renovar o prédio e assim foi feito e ele deu o dinheiro aos sacerdotes, mas estes eram corruptos e pegaram o dinheiro e não fizeram a obra de renovação do Templo.

Joas chama a Joiada e este dá uma nova ordem aos sacerdotes. Parem de coletar dinheiro e façam a obra, deem o dinheiro para os artesãos, carpinteiros para que terminem a obra.

Muito interessante. Coisas como estas acontecem. A corrupção religiosa existe. E as vezes são os lideres culpados por esta corrupção. Duas coisas saltam desta historia que se relacionam com a Parashá Pecudei.

– 1º As pessoas eram generosas, as pessoas cumpriram a sua parte.

-2º O Rei Sumo Sacerdote também foram fieis. Cumpriram a sua parte.

Mas a corrupção entrou na cadeia de comando e no final Joiada morre seu filho de nome Zacarias (II Cronicas 24:20) exorta o povo por terem deixado o Eterno e é morto, apedrejado com o consentimento de Joás.

Joas foi criado por Joiada como um filho e retribuiu a Zacarias consentindo que fosse apedrejado até a morte..

2 Crônicas 24:20-22
E o Espírito de Deus revestiu a Zacarias, filho do sacerdote Joiada, o qual se pôs em pé acima do povo, e lhes disse: Assim diz Deus: Por que transgredis os mandamentos do Senhor, de modo que não possais prosperar? Porque deixastes ao Senhor, também ele vos deixará.
E eles conspiraram contra ele, apedrejaram por mandado do rei, no pátio da casa do Senhor.
Assim o rei Joás não se lembrou da beneficência que Joiada, pai de Zacarias, lhe fizera; porém matou-lh filho, o qual, morrendo, disse: O Senhor o verá, retribuirá.

Quando Zacarias estava morrendo, disse: O Senhor o verá, retribuirá.

Joás conspirou contra Zacarias e mandou assassina-lo, os sábios,centenas de anos depois,prestaram atenção nesta historia,e quando o Templo foi destruído no ano 70, e depois houve a rebelião de Barcocova,no ano 135 DC, centenas de milhares de judeus morreram na terra de Israel.

Ao comando de Adriano o Imperador,mataram e assassinaram centenas de milhares em Israel.Depois eles acabaram com Jerusalém, a cidade foi completamente arrasada.

E construiu uma cidade romana bizantina sobrs escombros de Jerusalém.

Depois o rabinos no século III,lembraram e disseram, todas estas calamidades,que caíram sobre nós,foi por causa do sangue inocente derramado por nossos pais quando assassinaram Zacarias no altar dentro do Templo.

Como isto se conecta com a Parashá Pecudei? Nós aprendemos que na Parashá Pecudei, Moisés deu o relatório completo de tudo que foi feito, pedaço por pedaço para a construção do Tabernáculo.

E ele disse fizemos o que foi ordenado.E no livro de Cronicas nós vemos que Zacarias antes de morrer disse: D’US ESTA VENDO E ELE RETRIBUIRÁ!

D’us não fica devendo a ninguém,não fica devendo nada aqueles que fazem o bem pagando-os com bênçãos e prosperidade e D’us também não é devedor daqueles que cometem o mal, Ele também os paga.

Hebreus 11:6
Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos qu buscam.

O Monsenhor Peter Hokim, disse qu sangue inocente que foi derramado durante a Inquisição, tem que ser pago. Yeshua disse em Mt 23 qu sangue inocente de Abel que foi morto por seu irmão grita da terra.

Mateus 23:34-36:
Portanto, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas; a uns deles matareis e crucificareis; e a outros deles açoitareis nas vossas sinagogas s perseguireis de cidade em cidade;
Para que sobre vós caia todo o sangue justo, que foi derramado sobre a terra, desd sangue de Abel, o justo, até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, que matastes entr santuário altar.
Em verdade vos digo que todas estas coisas hão de vir sobre esta geração.

Aqui tem um pequeno problema,O livro de Mateus foi originalmente escrito em Hebraico,e quem o traduziu para o Grego,não conhecia muito do antigo testamento.

E ele fez uma coisa muito comum,quando uma coisa não esta muito clara para eles,eles querem clarear, pois achavam que estavam fazendo um grande favor para a humanidade .

Ele quis explicar quem era o Zacarias mencionado por Yeshua,mas o único Zacarias qu tradutor conhecia,era o Zacarias autor do livro de Zacarias, Zacarias filho de Berequias, mas no texto original está somente Zacarias, e ai ele acrescentou Zacarias filho de Berequias.

Zacarias filho de Berequias não foi morto no Templo. Foi Zacarias filho de Joiada que morreu no Templo.

D’us registra tudo e Ele paga. Aqueles que fazem o bem receberão o bem 100 vezes mais e aqueles que fazem o mal e NÃO SE ARREPENDEM, também serão retribuídos, com a mesma moeda que tem dado a outros.

Porque estou dizendo isto,D’us está abrindo as portas de Israel,para que todos tenham a oportunidade de conhecer a verdade, Yeshua é judeu,Ele veio para cumprir,Ele não veio criar uma nova religião,Ele veio para reafirmar aquilo que  Adonay disse e para exortar a respeito da hipocrisia dos judeus ortodoxos e das mentiras inventadas por Roma. Quando ouvires sobre Israel lembre-se disso:

Gênesis 12:2,3
E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.
E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.

Lembre-se também que todos nós em Yeshua somos filhos de D’us.

Lembre-se também:

O CENTRO DAS NAÇÕES É ISRAEL
O CENTRO DE ISRAEL É JERUSALÉM
O CENTRO DE JERUSALÉM É O TEMPLO
O CENTRO DO TEMPLO É A ARCA
O CENTRO DA ARCA É A TORAH
O CENTRO DA TORAH É YESHUA

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com