fbpx

Parashat Acharê Mot – Depois da morte

Beit HaDerekh

Parashat Acharê Mot     אַחֲרֵי מוּת
Depois da morte Lv 16:1-18:30 

A Parashat Acharê Resumida

Os mandamentos descritos na Parashá Acharê Mot , seguem cronologicamente após as mortes trágicas dos dois filhos mais velhos de Aharon, Nadav e Avihu, sobre as quais lemos na Parashá Shemini há algumas semanas.

A porção desta semana começa com uma longa descrição do serviço especial de Yom Kipur, a ser realizado no Mishcan pelo Cohen Gadol.

O serviço incluía a confissão do Cohen Gadol em seu próprio nome e em nome de toda a nação; a seleção por sorteio entre dois bodes, um dos quais seria a oferenda pelo pecado nacional, outro seria como portador dos pecados do povo.

E as complicadas cerimônias de aspersão de incenso e sangue a serem realizadas no Codesh HaKedoshim (Santo dos Santos).

Seguindo a ordem o Yom Kipur e suas leis de jejum e abstinência de trabalho seriam observadas eternamente pelo povo judeu como um dia de perdão. A Torá proíbe a oferenda de sacrifícios fora das instalações do Mishcan.

A porção da Torá conclui com uma lista dos relacionamentos sexuais imorais e proibidos, e a ordem de qu povo judeu mantenha e assegure a santidade da terra de Israel.

Mensagem da Parashá Quando D’us criou o universo, colocou tanto o homem como o animal neste planeta. À primeira vista, o homem não parece ser diferente dutras criaturas. Afinal, ambos se alimentam, ambos procriam, ambos dormem. Não somos, então, diferentes dos animais que perambulam pela terra? Os dons da fala, o raciocínio e a liberdade são todos indicativos de qu homem é na verdade diferente e separado dos animais.

Entretanto, quando deixamos que nossos desejos animalescos reinem livremente, agindo sem quaisquer restrições, estamos na verdade demonstrando que não somos melhores qus animais.

Quando continuamos a satisfazer nosso apetite carnal, reduzimo-nos a um mero ajuntamento de carne ssos. Por este motivo, a Torá contém tantas proibições na área de ingestão de alimentos e relações sexuais.

A Torá nos prescrev controle de nossos desejos básicos a fim de nos “separar” e “distinguir” de todas as outras criaturas. Demonstrando nossa força de vontade e nossa disciplina, podemos nos elevar acima de meros seres físicos.

Não admira que após ter introduzido estas leis na porção da Torá desta semana que fala do jejum em Yom Kipur, abster-se de ingerir sangue, e evitar os relacionamentos proibidos a Torá comece a porção da próxima semana com admoestação.

“Kedoshin te’heyu” – “serás santo e distinto”, pois apenas santificando estes aspectos físicos de nossa vida podemos ter sucesso também em nossa busca espiritual. Yom Kipur  יוֹם כִּפּוּר Temos liberdade de jejuarmos em qualquer dia do ano, mas há um dia que é obrigatório, que é um jejum total, no dia do Yom Kipur.

Lembramos qu dia de Yom Kipur, não é um dia de apenas deixarmos de comer e beber, mas um dia de humilhação perant Eterno. Lembramos também que é o único dia qu Sumo Sacerdote poderia entrar no Codesh Hakedoshim, Santo dos Santos.

Você se arrepende dos pecados cometidos e pede perdão ao Eterno. Logicamente qu perdão virá somente se for um arrependimento real. Para mim o verso 16 do capítulo 16 é a chave para se entender o Yom Kipur:

Levítico 16 16 e fará expiação pelo santuário por causa das imundícias dos filhos de Israel e das suas transgressões, sim, de todos os seus pecados. Assim também fará pela tenda da revelação, que permanece com eles no meio das suas imundícias.

O perdão coletivo de pecados não é o mais importante de Yom Kipur e sim descontaminar a terra, descontaminar a nação, afastar da nação a iniquidade e a culpa que há pela transgressão da lei.

Há um princípio na Torá que sem o derramamento de sangue não há perdão de pecados e há tipos de pecados que contaminam a terra, pecados culturais cometidos sistematicamente pelo povo contaminam a terra. (Haiti).

O próprio Tabernáculo tinha que ser descontaminado uma vez por ano. E não adianta descontaminar o santuário e não descontaminar quem contamina o santuário, ai o motivo do segundo bode.

Aarão declarava no ouvido do bode todos os pecados de Israel e impunha as mãos sobre ele, significando (Ismirrá (transferência  סמיכה).

Por isso não permita que pessoas que você não conhece imponham as mãos sobre você e você também não imponha as mãos sobre quem não conhece.

O Yom Kipur tinha a função de descontaminar o próprio santuário, pois o pecado do povo contaminava até o santuário percebam a gravidade do pecado coletivo.

O capitulo 16 fala sobre  estes procedimentos para a expiação. 

Levítico 16 5 E da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes para oferta pelo pecado e um carneiro para holocausto. 6 Depois Arão oferecerá o novilho da oferta pelo pecado, o qual será para ele, e fará expiação por si e pela sua casa. 7 Também tomará os dois bodes, s porá perant Senhor, à porta da tenda da revelação.8 E Arão lançará sortes sobrs dois bodes: uma pelo Senhor, e a outra por Azazel. 9 Então apresentará o bode sobr qual cair a sorte pelo Senhor, oferecerá como oferta pelo pecado;10 mas o bode sobre que cair a sorte para Azazel será posto vivo perant Senhor, para fazer expiação com ele a fim de enviá-lo ao deserto para Azazel.

O Sumo sacerdote pegava 2 bodes para fazer a oferta pelo pecado (Atat) e um carneiro para a oferta queimada (Ola). Diz a Torá que um bode seria para o Eterno outro seria para Azazel. (‘azazyel’).   

וְנָתַן אַהֲרֹן עַל–שְׁנֵי הַשְּׂעִירִם, גֹּרָלוֹת—גּוֹרָל אֶחָד לַיהוָה, וְגוֹרָל אֶחָד לַעֲזָאזֵל.

And Aaron shall cast lots upon the two goats: one lot for the LORD, and thther lot for Azazel.(‘azazyel’).

Eu vou continuar falando de Azazel e daqui a pouco eu explico. O bode sorteado para o Eterno, era oferecido pelo pecado outro bodferecido a Azazel, era enviado vivo ao deserto para fazer expiação.

O Sumo Sacerdote antes de fazer os procedimentos com os bodes tinha que expiar o pecado dele e de sua família.

Ele entrava no Santo dos Santos e fazia a aspersão de sangue no lugar e  tinha que aspergir 7 vezes o sangue na tampa da arca, sete é um número que representa o fechamento de um círculo, fazia a expiação por si e por sua casa.

Depois disso, pegava o bode consagrado ao Eterno que era destinado a expiar o pecado do povo de Israel, sacrificava e aspergia o sangue no Santo dos Santos, também 7 vezes na tampa da arca da aliança.

Depois ele pegava o bode Azazel, colocava suas mãos sobr bode e confessava o pecado e as transgressões do povo de Israel, simbolicamente significava a transferência do pecado do povo de Israel para aquele bode.

Na sequência o bode era levado ao deserto para longe, para um lugar isolado.

Interessante que a bíblia fala em Azazel mas não explica, por quê? Simplesmente porque este nome era amplamente conhecido pelos israelitas.

De acordo com o livro de Enoque e de acordo com o Zorra explica que Azazel é um nome de um dos anjos caídos penhasco do qual o bode expiatório era enviado para sua morte, recebeu este nome.

Conta ainda qu Eterno autorizou o anjo Rafael a amarrar e prender Azazel  lança-lo num lugar de trevas no deserto,não dá para saber se é um deserto espiritual ou físico .

Dizem que é desta passagem do livro de Enoque qus evangélicos tiraram esta expressão “Está amarrado!”

Em que ponto eu quero chegar? É que existe um significado do ritual dos bodes descrito na Torá e este significado é tanto literal quanto profético.

Se trata, portanto de uma entrega e não de uma oferta. O fato d bode morrer separado, no deserto, significava qu Eterno queria os judeus separados do pecado.

Queria o seu povo Kadosh, por isso o pecado na pessoa do bode emissário era enviado para longe e entregue á sua própria destruição. Este é o significado literal.

No sentido profético o bode sacrificado ao Eterno simboliza a primeira vinda do Mashiach,pois Ele foi ofertado como expiação pelo pecado do povo. O seu sangue faz a Kapará ( קפארה), a expiação.

O sangue do bode apontava para o Mashiach. Além disso, Yeshua sem pecados pagou pelo pecado dos ímpios e foi entregue nas mãos dos gentios e morto fora dos muros de Jerusalém.

Jesus foi levado para “fora do arraial”, como o bode expiatório por isso Ele foi o bode expiatório.

E o bode de Azazel o que ele representa profeticamente? Tal como o demônio Azazel disseminou o pecado no mundo, o pecado do povo era depositado sobr bode emissário o qual tendo sobre si toda a culpa não era digno de permanecer entre eles.

Portanto era enviado para o deserto para morrer junto aos demônios. Mandar o bode para longe, para o deserto significa profeticamente mandar o pecado para longe do povo.

Em Apocalipse fala que na segunda vinda do Mashiach, Satã será amarrado (Ap 20:2-7) por mil anos que é o reinado messiânico e depois desses mil anos Satã será solto e criará uma rebelião contra o Mashiach Mashiach irá derrota-lo e lança-lo de uma vez por todas no lago de fogo e enxofre.

O bode de Azazel representa a batalha final do Mashiach contra Satã, tal como o bode foi enviado ao deserto amarrado, Satã será amarrado também e depois de sua rebelião, destruído para sempre.

É impossível estudar Yom Kipur e não ver o Mashiach nos textos. Se você ler Isaias 53, a linguagem usada é a mesma de Yom Kipur. Você acha qu Eterno permitiria a destruição do Templo sem termos como expiar os nossos pecados?

Por isso fomos expiados pelo sangue do Cordeiro Perfeito, e uma única vez, pois pela Sua perfeição não há necessidade de ser repetir esta expiação. Veja o que diz a Torá sobr Yom Kipur.

Levítico 16 31 Será sábado de descanso solene para vós, e afligireis as vossas almas; é estatuto perpétuo. 

Qualquer que foss dia da semana que caíss Yom Kipur era transformado em um Shabat. E “afligireis as vossas almas”significava que no dia décimo do sétimo mês o povo devia se humilhar (te’annu) e abster-se de todo trabalho.

Este humilhar-su afligir-se costumava ser feito através do jejum (Sl. 35:13 ; Ez. 8:21; Is. 58:3, 5 ).

Vamos agora para o capitulo seguinte:

Levítico 17 11 Porque a vida da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobr altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que faz expiação, em virtude da vida.12 Portanto tenho dito aos filhos de Israel: Nenhum de vós comerá sangue; nem o estrangeiro que peregrina entre vós comerá sangue. 13 Também, qualquer homem dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles, que apanhar caça de fera ou de ave que se pode comer, derramará o sangue dela cobrirá com pó.  

O capitulo 18 fala para você não andar segundo o costume das nações. O que é isto? Existe vários hábitos qus gentios praticam que nós não devemos seguir.

Por exemplo, o Natal, a Páscoa Carnaval, são costumes pagãos,então não devemos segui-los.Nós não devemos adotar costumes pagãos que desagradam ao Eterno.

O Natal não tem nada a ver com o Mashiach, a Páscoa comemorada hoje em dia não tem nada a ver com o Pessach. E o carnaval nem precisa falar.

Levítico 18 1 Disse mais o Senhor a Moisés: 2 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Eu sou o Senhor vosso Deus.    3 Não fareis segundo as obras da terra do Egito, em que habitastes; nem fareis segundo as obras da terra de Canaã, para a qual eu vos levo; nem andareis segundo os seus estatutos. NÃO COPIE OS PAGÃOS! Levítico 18   4 Os meus preceitos observareis, s meus estatutos guardareis, para andardes neles. Eu sou o Senhor vosso Deus. 5 Guardareis, pois, as minhas leis, pelas quais o homem, observando-as, terá vida. Eu sou o Senhor.

Muitos dizem que as leis foram abolidas mas a Torá diz o contrário. Guardando as leis teremos vida plena. O Capítulo 18 trás uma série de leis com relação a atos sexuais ilícitos.

Levítico 18 6  Nenhum de vós se chegará àquela que lhe é próxima por sangue, para descobrir a sua nudez. Eu sou o Senhor.7 Não descobrirás a nudez de teu pai, nem tampouco a de tua mãe; ela é tua mãe, não descobrirás a sua nudez.8 Não descobrirás a nudez da mulher de teu pai; é nudez de teu pai. Levítico 18 9 A nudez de tua irmã por parte de pai ou por parte de mãe, quer nascida em casa ou fora de casa, não a descobrirás.10 Nem tampouco descobrirás a nudez da filha de teu filho, ou da filha de tua filha; porque é tua nudez.11 A nudez da filha da mulher de teu pai, gerada de teu pai, a qual é tua irmã, não a descobrirás. Levítico 18 12 Não descobrirás a nudez da irmã de teu pai; ela é parenta chegada de teu pai.13 Não descobrirás a nudez da irmã de tua mãe, pois ela é parenta chegada de tua mãe. 14 Não descobrirás a nudez do irmão de teu pai; não te chegarás à sua mulher; ela é tua tia. Levítico 18 15 Não descobrirás a nudez de tua nora; ,ela é mulher de teu filho; não descobrirás a sua nudez.16 Não descobrirás a nudez da mulher de teu irmão; é a nudez de teu irmão. Levítico 18 17 Não descobrirás a nudez duma mulher e de sua filha. Não tomarás a filha de seu filho, nem a filha de sua filha, para descobrir a sua nudez; são parentas chegadas; é maldade. 18 E não tomarás uma mulher juntamente com sua irmã, durante a vida desta, para tornar-lha rival, descobrindo a sua nudez ao lado da outra.  Levítico 18 19 Também não te chegarás a mulher enquanto for impura em virtude da sua imundícia, para lhe descobrir a nudez.20 Nem te deitarás com a mulher de teu próximo, contaminando-te com ela.    Levítico 18 21 Não oferecerás a Moloque nenhum dos teus filhos, fazendo-o passar pelo fogo; nem profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor.22 Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação. Levítico 18 23 Nem te deitarás com animal algum, contaminando-te com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; é confusão. Levítico 18 24 Não vos contamineis com nenhuma dessas coisas, porque com todas elas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós; 25 e, porquanto a terra está contaminada, eu visito sobre ela a sua iniquidade , e a terra vomita os seus habitantes.

Aqui vem um princípio, não façam isto por que as nações que vocês estão vendo por ai, fazem ou fizeram isto e a terra se contaminou (a terra se contamina com o pecado do povo principalmente na área da idolatria e na área sexual)

Levítico 18 26 Vós, pois, guardareis os meus estatutos s meus preceitos, e nenhuma dessas abominações fareis, nem o natural, nem o estrangeiro que peregrina entre vós 27 (porque todas essas abominações cometeram os homens da terra, que nela estavam antes de vós, e a terra ficou contaminada); Levítico 18 28 para que a terra não seja contaminada por vós e não vos vomite também a vós, como vomitou a nação que nela estava antes de vós.29 Pois qualquer que cometer alguma dessas abominações, sim, aqueles que as cometerem serão extirpados do seu povo.

Eu entendo “eu visito sobre ela a sua iniquidade , e a terra vomita os seus habitantes”, Como catástrofes naturais são formas da natureza vomitar de volta o pecador. Comece a pensar sobrs terremotos, enchentes, secas,dengue, zica, vírus mutante,explosão de barragens, pode ser um download das 10 pragas.

Por isso temos que entender o Yom Kipur pois vivemos em uma terra que já foi contaminada, nosso país é conhecido como um dos países mais imorais do mundo.

Estrangeiros fecham aviões para virem para o Brasil fazer sexo com as nossas crianças,você acha que isto passa batido e não gera consequências para a nossa terra?

Excesso de idolatria,excesso de violência,excesso de sangue inocente sendo derramado, você acha que é soment sangue de Abel que clama por justiça?

É hora do povo de D’us, não somente Israel tomar atitudes e jejuarmos e clamarmos ao Eterno que reverta esta situação.

Convoco a todos que façamos neste ano um Yom Kipur visando a nossa nação. Eu já ouvi de mais que bobeira este negócio de dia do perdão,isto não faz sentido.

É exatamente isto que você tem que pensar para que a nossa nação não mude. Entrega tudo nas mãos de Bolsonaro e relaxa e ai nada vai mudar.

O mandamento de afligirmos a nossa alma, não foi revogado. Afligir a nossa alma é muito mais do que não comer e não beber é:

Acertar a nossa vida com o próximo o qual prejudicamos (O sacerdote fazia primeiro a expiação do SEU pecado e de SUA família).

Avaliem as suas atitudes e as atitudes da nação frente aos princípios divinos. Não interceda de supetão. Planeje, avalie, programe e ai interceda. O pecado cometido pelo justo agrava a contaminação da terra.

Porque houv dilúvio ? Porque aquela linhagem escolhida por D’us “ Os filhos de D’us, os santos começaram a contaminar a terra com pecados sexuais.”

Inclusive com animais, soments seres aquáticos, peixes,mamíferos etc. não foram contaminados, por isso foram poupados no dilúvio . Lembra o texto que lemos que diz “e a terra vomita os seus habitantes”?

O dilúvio foi isto ai, a água veio principalmente de baixo da terra, como que vomitando os seus habitantes.

Yom Kipur é o dia de nos arrependermos e pedir perdão por nós mesmos e pela nação. Estamos no século 21 e ainda temos idolatria. O nome dos demônios mudou mas a entidade continua a mesma.

Tire um retrato da igreja brasileira e veja se não está precisando de arrependimento e mudança. O pecado da igreja agrava muito mais a contaminação da terra do qu pecado do ímpio.

Eu sei que você pode se arrepender qualquer dia, mas quando você tem um dia, que se ajuntam milhares de pessoas em todo o mundo para se arrependerem e clamar pelas suas  nações , É DIFERENTE!

O poder emanado é muito maior! Podemos nos arrepender representando a nossa nação.Nos colocaremos na posição de intercessão!

Saia do seu conforto, você não mora no céu, você mora na terra,então interceda por ela.Não adianta fazer passeata contra a corrupção s brasileiro não tiver a natureza transformada.

Nínive foi salva de ser destruída por causa de um arrependimento coletivo, o clamor dos justos tem poder. Há esperança para o pecador.

O clamor e a presença dos justos evita a ira do Eterno sobre a coletividade e evita que a terra nos vomite. Por isso a importância do Yom Kipur nos dias de hoje.

Por isso o Yom Kipur não é coisa de judeu. Yom Kipur é festa do Eterno dada ao seu povo. E você é povo de D’us, o judeu não é o único povo de D’us, você foi feito filho de Abraão mediante a fé, você também é Israel e estas coisas são para mim e para você.

Se a Igreja comemorar o Yom Kipur como a Torá orienta, eu acho que primeiro evitaríamos muitas tragédias, não precisaríamos fazer a campanha ridícula “O mosquito não é maior do que a nação”.

O mosquito não tem culpa de nada, a culpa é da falta de saneamento, é do dinheiro desviado para o bolso de alguns e é também culpa do pecado.

Isto é a natureza vomitando. Assim como o pecado do justo agrava a contaminação da terra o seu arrependimento gera perdão e cura para a nação.

E nós temos esta garantia,pois é promessa do Senhor

2 Crônicas 7 :  14 e s meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, rar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com