Parasha Vayechi (E ele viveu)

Beit HaDerekh

Parasha Vayechi (E ele viveu)

Parashá: Gn 47:28 – 50:26

Haftará: IRs 2: 1-12

Brit Chadashá: IPe 1: 3-9

Shabat Shalom a todos.

Hoje encerramos o primeiro livro da Torah, Bereshit, Genesis e quando encerramos um livro sempre dizemos às palavras que o Senhor deu a Josué:

Chazak Chazak venit chazek! Força, força, que sejamos fortalecidos.

Porque a porção tem o nome de Vayechi e termina falando sobre a morte de Jacó? Se consultarmos o Talmud no livro Tanid 5a, está escrito:

“Da mesma maneira que seus descendentes estão vivos, ele também esta vivo.” O Talmud está dizendo que Jacó continua vivo ainda que fisicamente esteja morto.

Isto se deve a duas correntes: Uma pessoa continua viva por meio de seus descendentes e a outra é que Jacó continua vivo por meio da vida eterna, ou seja, ele herdou a vida eterna.

Isto é muito importante, pois as pessoas estão vivendo aqui na terra como se não existisse nada após a morte. As pessoas andam dizendo morreu acabou!

Como diz um amigo meu para de acreditar em ficção :morreu vira adubo.

Qualquer pessoa pode viver sem o Eterno e sem o Mashiach, mas um dia todos nós estaremos presentes no tribunal que será presidido pelo Messias e teremos que prestar conta de nossos atos.

Claro que Jacó errou e pecou muitas vezes, mas ele se arrependeu e procurou sempre trilhar os caminhos do Eterno.

O Midrash diz: ”Os justos, apesar de sua morte, são considerados vivos. E os que NÃO temem a D`us apesar de suas vidas são chamados mortos.”.

Este Midrash é interessante, pois ninguém consegue ter uma vida plena sem a presença do Eterno e do Mashiach.

Esta Parashá descreve as ultimas ações de Jacó antes de sua morte no Egito e ele faz José jurar que o levará para ser enterrado em Eretz Israel.

Jacó abençoa os dois filhos de José, Menache (Esquecer-Perdoar) e Efraim (Frutífero), com uma benção especial, que confere status elevado para estas duas tribos de Israel.

José coloca os filhos em uma posição de forma que o filho mais velho Menache receberia a primeira benção, porém Jacó inverte a sua mão e abençoa primeiro Efraim, o filho mais novo.

O Talmud comenta que estes dois netos devem ser nesse momento a maior preocupação de Jacó, afinal de contas são os dois netos da Galut (Exílio), por assim dizer, netos também de um sacerdote egípcio. Como pode haver alguma tradição judaica nesses meninos? Como garantir que eles preservem o judaísmo?

Jacó não abençoa simplesmente seus netos. Ele vai além. Ele os toma para si e eles se tornam seus filhos. Assim, qualquer laço que os dois pudessem ter com a idolatria seriam quebrados.

Ora, eles eram seus netos. Que necessidade havia de adotá-los como filhos? Só se fosse algo radical que representasse uma desobediência a Torá.

Não temos dúvida de que José ensinara bem seus filhos, mas algo incomodava Jacó e ele não pestanejou. Não é a toa que a tradição judaica abençoa os seus filhos com a benção que diz: “D’us te faça como a Efraim e Menashé”. Gn 48:20

Jacó lembrou a José sua história, a forma como Deus apareceu a ele em Betel e o abençoou e prometeu a ele multiplicar sua descendência e dar aquela terra para ele em possessão perpétua.

E aí Jacó disse a José: 

“Agora, pois, os teus dois filhos, que te nasceram na terra do Egito, antes que eu viesse a ti no Egito, são meus: Efraim e Manassés serão meus, como Rúben e Simeão; mas a tua geração, que gerarás depois deles, será tua; segundo o nome de seus irmãos serão chamados na sua herança.” (Gn 48:5-6).

Jacó disse que Manassés e Efraim, os dois filhos de José, que ele teve no Egito, seriam dele (Jacó), tanto quanto Rubén e Simeão, os irmãos mais velhos de José.

O detalhe é que Manassés era o primogênito, porém Jacó se referiu primeiro a Efraim, o mais novo.

Jacó pediu que José levasse até ele seus filhos para que fossem abençoados.

Jacó já não estava enxergando bem por causa da idade avançada e não podia ver os filhos de José, mas quando eles se aproximaram do avô, ele os beijou e abraçou.

José se inclinou diante da face de seu pai, em sinal de profundo respeito e em seguida, tornou a aproximar os garotos dele, de forma que Manassés estava do lado direito de Jacó e Efraim do lado esquerdo.

Aquela seria a forma como Jacó deveria abençoá-los. O mais velho receberia a bênção da mão direita do avô e o caçula, da sua mão esquerda.

Surpreendentemente, Jacó cruzou as mãos e pôs a mão direita sobre a cabeça de Efraim e a esquerda sobre Manassés e começou a bênção, primeiro por José.

Em sequência abençoou Efraim e Manassés e disse:

 “O anjo que me livrou de todo o mal, abençoe estes rapazes, e seja chamado neles o meu nome, e o nome de meus pais Abraão e Isaque, e multipliquem-se como peixes, em multidão, no meio da terra.” (Gênesis 48:16).

José percebeu as mãos trocadas entre seus filhos e interrompeu seu pai, porque pareceu mal aos seus olhos o mais novo receber a principal bênção.

Ele tomou a mão direita de Jacó para colocá-la na cabeça de Manassés e disse a seu pai: 

“Não assim, meu pai, porque este é o primogênito; põe a tua mão direita sobre a sua cabeça”. (Gn48: 18).

Jacó estava velho, doente, quase totalmente cego, mas sabia o que estava fazendo, ele não cruzou as mãos sem querer e se recusou a trocá-las, então ele respondeu a José:

“Eu o sei, meu filho, eu o sei; também ele será um povo, e também ele será grande; contudo o seu irmão menor será maior que ele, e a sua descendência será uma multidão de nações.” (Gênesis 48:19).

E Jacó terminou sua bênção sobre os filhos de José dizendo: 

“Em ti abençoará Israel, dizendo: Deus te faça como a Efraim e como a Manassés. E pôs a Efraim na frente de Manassés..” (Gênesis 48:20).

Efraim e Manassés foram contados com os filhos de Jacó. José não formou uma tribo em Israel, mas seus dois filhos foram os patriarcas de duas tribos de Israel: a tribo de Efraim e a tribo de Manassés.

Aquela bênção não dependia apenas de Jacó, naquele momento Jacó era um profeta de Deus e ele não cruzou os braços na hora de abençoar os garotos por vontade própria, mas porque esta era a vontade de Deus.

Fazer do segundo filho de José o primogênito não foi uma decisão de Jacó, não foi reflexo de um trauma dos tempos em que ele próprio disputou a bênção da primogenitura com seu irmão gêmeo.

A bênção era dada pelo patriarca, mas sua boca era apenas instrumento de Deus. A decisão foi de Deus.

Quem manda é o Senhor e a ordem dos fatores não faz a menor diferença para Ele. Nem sempre o mais provável, o comum, o natural são usados por Deus para abençoar a vida do Seu povo.

Algumas vezes Deus usa coisas surpreendentes para nos abençoar, ou para fazer chegar às nossas mãos Suas promessas.

Deus é Deus e pode fazer o que quiser, não existem “impossíveis” para Ele e nem coisa difícil demais.

A Torah continua, dizendo que Jacó morre aos 147 anos, e é levado pelos filhos para ser enterrado na terra de Israel, e é enterrado na caverna do campo de Marcpelá onde foi enterrada também sua esposa Lea, e seus pais Isaque, Rebeca e também seus avos Abraão e Sara.

A Parasha termina quando José esta voltando do Egito e seus irmãos temem que após a morte de Jacó, José intente alguma vingança contra eles.

José assegura a seus irmãos que não tem nenhum sentimento negativo em relação a eles e ele não promoverá nenhum tipo de vingança.

Ele diz que tudo que aconteceu a ele foi parte do plano do Eterno.

Esta Parasha conclui com a morte de José e a promessa do povo que iriam carregar os seus ossos para ser enterrado na terra de Israel.

Vamos agora analisar o capitulo 49, que são as bênçãos que Jacó profere aos seus filhos, e nós sabemos que são bênçãos proféticas em relação ao fim dos tempos. Como está escrito em:

Gênesis 49:1

Depois chamou Jacó a seus filhos, e disse: Ajuntai-vos, e anunciar-vos-ei o que vos há de acontecer nos dias vindouros; (Aharetem Hamim – Fim dos tempos).

א  וַיִּקְרָא יַעֲקֹב, אֶל-בָּנָיו; וַיֹּאמֶר, הֵאָסְפוּ וְאַגִּידָה לָכֶם, אֵת אֲשֶׁר-יִקְרָא אֶתְכֶם, בְּאַחֲרִית הַיָּמִים. 1 And Jacob called unto his sons, and said: ‘Gather yourselves together, that I may tell you that which shall befall you in the end of days.

A Torah Tenimá que é uma antologia (É o conjunto formado por diversas obras literárias, musicais ou cinematográficas que exploram uma mesma temática, período) das principais referencias do Talmud, ela diz que a Sherriná, a presença do Eterno, repousou sobre Jacó para lhe revelar as coisas que aconteceriam no futuro.

Estes acontecimentos futuros se relacionam com a vinda do Mashiach.

A Torah Tenimá faz questão de frisar que o Eterno nunca revelou a Jacó quando Ele viria.

Gostaria de focar as bênçãos de Jacó sobre Yehudá, Judá, pois elas se referem nitidamente ao Mashiach Yeshua.

Gênesis 49:8-12

Judá a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão.
Judá é um leãozinho, da presa subiste filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará?
10. O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.
Ele amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente; ele lavará a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas.
Os olhos serão vermelhos como vinho, e os dentes brancos de leite.

O que é Shiló ou quem é Shiló?

O Targun Anquelus Usa a palavra Mashiach em vez de Shiló.

 Targum é o nome dado às traduções e comentários em aramaico da Bíblia hebraica (Tanakh) escritas na época do Segundo Templo até o início da Idade Média, para facilitar o entendimento aos judeus que não falavam o hebraico.

Por sua vez o Targum Yerushalmid repete este versículo da seguinte maneira: “Até que venha o Mashiach de quem é o Reino, as nações obedecerão, como é belo o Rei Messias que está a surgir da casa de Yehudá.”.

Então o Targum que é a tradução da Torah hebraica para o Aramaico, seguida de comentários, dizem que esta frase “até que venha Shiló” está se referindo a vinda do Mashiach.

É importante dizer que nenhum comentário rabínico, tanto no Talmud ou no Targum vão contra esta afirmação.

O texto em hebraico esta escrito o seguinte:

י  לֹא-יָסוּר שֵׁבֶט מִיהוּדָה, וּמְחֹקֵק מִבֵּין רַגְלָיו, עַד כִּי-יָבֹא שִׁילֹה, וְלוֹ יִקְּהַת עַמִּים. 10 The sceptre shall not depart from Judah, nor the ruler’s staff from between his feet, as long as men come to Shiloh; and unto him shall the obedience of the peoples be.

Se pegarmos somente a frase KIA VO SHILO VELÓ

                                                                                                             שִׁילֹה, וְלוֹ  יָבֹא כִּי-

Se aplicarmos a técnica rabínica NOTARIKOM você pega as primeiras letras de uma determinada palavra de uma frase, ou as ultimas letras, ou uma sequencia de letras e vê que palavra é formada.

Se pegarmos somente a palavra Shiló, na guematria ela tem o valor de 345, que é o mesmo valor numérico de EL SHADAI, que significa o Todo Poderoso.

Conclusão Shiló significa Mashiach e também o Todo Poderoso.

 O Mashiach é o Todo Poderoso.

1. O versículo 8 declara que Judá, como uma tribo, iria ocupar uma posição de liderança. Pelo comportamento sábio demonstrado por Judá durante a última parte de sua vida, ganhou aquela posição de liderança e Rúben perdeu por causa do pecado.

2. O versículo 9 explica que Judá, da mesma maneira que o leão, iria se tornar uma tribo poderosa.

3. Os versículos 11-12 revelam que a vinda do Messias traria novos dias de prosperidade. As vinhas se tornariam tão comum que alguém poderia amarrar um animal a ela por não se preocuparem em quebrar a vinha e então não produzir mais fruto.

O lagar ficaria tão cheio, que não somente os pés, mas também as roupas dos que pisassem as uvas ficariam manchadas. Este povo seria muito saudável em virtude da abundância de alimentos.

Os olhos serão vermelhos como vinho, e os dentes brancos de leite.

Esta dizendo que haverá sofrimento e o leite simboliza nutrição através da Torah.

Segue as bênçãos proferidas por Jacó sobre Menache e Efraim.

Gênesis 48:16

O anjo que me livrou de todo o mal abençoe estes rapazes, e seja chamado neles o meu nome, e o nome de meus pais Abraão e Isaque, e multipliquem-se como peixes, em multidão, no meio da terra.

Neste texto esta escrito que Menache e Efraim seriam multiplicados como peixe em uma multidão no meio da terra. A simbologia dos peixes foi utilizada por Yeshua.

Mateus 4:19 E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.

Que peixes (homens) são estes? Aqui Ele esta se referindo ao resgate do povo de Israel que foi disperso entre as nações.  Comprovado por:

Jeremias 16:14-16

Portanto, eis que dias vêm, diz o Senhor, em que nunca mais se dirá: Vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito.
Mas: Vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha lançado; porque eu os farei voltar à sua terra, a qual dei a seus pais.
Eis que mandarei muitos pescadores, diz o Senhor, os quais os pescarão; e depois enviarei muitos caçadores, os quais os caçarão de sobre todo o monte, e de sobre todo o outeiro, e até das fendas das rochas.·.


Onde eu estou querendo chegar? Yeshua é o Mashiach do povo de Israel. Ele veio para cumprir diversas profecias entre elas resgatar o povo da casa de Yerrudá (Judá) e os membros da casa de Efraim que estão aparentemente perdidos. Porque?

Porque 722 anos antes da vinda de Yeshua, o povo de Israel estava dividido entre dois Reinos, o Reino do Norte, chamado de casa de Yossef, casa de Efraim ou simplesmente Reino de Israel e era composto de 10 tribos.

E havia o Reino do Sul, o Reino de Yerrudá (Judá), que era composto de duas tribos. A tribo de Judá e a tribo de Benjamim.

Com relação ao Reino do Norte, também chamados de Efraimitas, eles foram invadidos pelos Assírios e eles foram levados ao cativeiro Assírio, 722 anos antes de Yeshua, e nunca mais retornaram para a terra de Israel.

Claro que um ou outro pode ter retornado, mas coletivamente falando ninguém sabe onde estão os membros destas 10 tribos, pois foram espalhados pelos 4 cantos do mundo.

Eles foram assimilados pelas nações e muitos passaram a viver como gentios, e eles perderam a consciência de que são Israelitas por causa da assimilação.

Mateus 15:24 E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.

Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos;
Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel;

Isaías 11:12, 13

E levantará um estandarte entre os gentios, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra.
E afastar-se-á a inveja de Efraim, e os adversários de Judá serão desarraigados; Efraim não invejará a Judá, e Judá não oprimirá a Efraim.

Jeremias 3:18

Naqueles dias andará a casa de Judá com a casa de Israel; e virão juntas da terra do norte, para a terra que dei em herança a vossos pais.

Jeremias 50:4, 5

Naqueles dias, e naquele tempo, diz o Senhor, os filhos de Israel virão, eles e os filhos de Judá juntamente; andando e chorando virão, e buscarão ao Senhor seu Deus.
Pelo caminho de Sião perguntarão, para ali voltarão os seus rostos, dizendo: Vinde, e unamo-nos ao Senhor, numa aliança eterna que nunca será esquecida.

Jeremias 10:16

Não é semelhante a estes aquele que é a porção de Jacó; porque ele é o que formou tudo, e Israel é a vara da sua herança: Senhor dos Exércitos é o seu nome.

Aqui o Senhor diz que Israel é a tribo que Ele reivindica como herança.


Jeremias 31:9

Virão com choro, e com súplicas os levarei; guiá-los-ei aos ribeiros de águas, por caminho direito, no qual não tropeçarão, porque sou um pai para Israel, e Efraim é o meu primogênito.

De acordo com estes textos e vários outros que não citei, eu creio nestas profecias e que Yeshua resgatará este povo perdido do Reino do Norte e muitos que hoje se consideram gentios resgatarão suas raízes hebraicas.

Creio que haverá a unificação destas duas casas na vinda do Mashiach.       E nós sabemos que é o reinado milenar de Yeshua.

É claro que aqueles que são gentios, também poderão ser salvos, pois no próprio Tanach temos o exemplo de Rute e Raabe, que foram incluídas na geração do Mashiach sem terem nenhuma raiz hebreia. O Eterno não faz acepção de pessoas.

Ainda nesta Parasha há algo muito interessante a respeito da casa de Efraim.

Gênesis 48:19

Mas seu pai recusou, e disse: Eu o sei, meu filho, eu o sei; também ele será um povo, e também ele será grande; contudo o seu irmão menor será maior que ele, e a sua descendência será uma multidão de nações.

יט  וַיְמָאֵן אָבִיו, וַיֹּאמֶר יָדַעְתִּי בְנִי יָדַעְתִּי–גַּם-הוּא יִהְיֶה-לְּעָם, וְגַם-הוּא יִגְדָּל; וְאוּלָם, אָחִיו הַקָּטֹן יִגְדַּל מִמֶּנּוּ, וְזַרְעוֹ, יִהְיֶה מְלֹא-הַגּוֹיִם. 19 And his father refused, and said: ‘I know it, my son, I know it; he also shall become a people, and he also shall be great; howbeit his younger brother shall be greater than he, and his seed shall become a multitude of nations.’

….contudo o seu irmão menor será maior do que ele, e a sua semente será a plenitude dos gentios (MELÔ HADEVIM)

A semente de Efraim será MELÔ HADEVIM ,plenitude dos gentios.

Esta palavra “plenitude dos gentios” que neste texto se refere a Efraim, ela é usada por Shaul,Paulo,em Rm 11:25-26.

Romanos 11:25,26

Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado.
E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.

Paulo esta falando que a casa de Yehudá, rejeitou Yeshua em sua totalidade.Os judeus rejeitaram Yeshua. Já que os judeus rejeitaram Yeshua, as boas novas de Yeshua foram pregadas aos Goym, os gentios,as nações.

Os gentios é que receberam a mensagem de Yeshua. E Paulo fala que todo o Israel será salvo quando vier a plenitude dos gentios.

Quem são estes gentios? Claramente são os Efraimitas,que estão dispersos nos 4 cantos do planeta. Então, por todas as profecias que falei anteriormente, tem que haver uma restauração, um resgate destas 10 tribos perdidas.

E isto há de acontecer como diz Shaul, Paulo em

Romanos 9:26

E sucederá que no lugar em que lhes foi dito:Vós não sois meu povo;Aí serão chamados filhos do Deus vivo.

Israel será salvo quando vier a plenitude dos gentios (MELÔ HADEVIM) que é a mesma expressão usada em Gn48:19. E neste versículo MELÔ HADEVIM esta se referindo a Efraim. Haverá o resgate dos Efraimitas.

Muitos protestantes, evangélicos são descendentes das tribos perdidas.

A assimilação ocorreu aproximadamente há 2700 anos, então eles não sabem absolutamente nada de seus antepassados.

Mas quando eles ouvem uma musica em hebraico,ou o som do shofar,alguma coisa é despertado nele e ele tem vontade de se aproximar do judaísmo mas desta vez com Yeshua.

Muitos evangélicos estão retornando ao judaísmo da época de Jesus, que é o judaísmo nazareno,e cumprindo as escrituras que Yeshua ensinou.

Por isso no mundo inteiro esta havendo um despertar dos evangélicos,dos protestantes de maneira geral para o Judaísmo Nazareno.

E o que alguns pastores destas igrejas protestantes estão fazendo? Incitando o ódio contra os judeus. Dizendo que estão possuídos pelo demônio,dizendo que são judaizantes querendo que todos se tornem judeus.

O que eu posso dizer? Estão errados,não estão tendo temor a D’us e vão acertar as contas com Ele pois D’us é um D’us que retribui.

E o que os membros do judaísmo messiânico estão fazendo? Rejeitando os evangélicos,os protestantes de um modo geral,querendo que da noite para o dia absorvam a cultura judaica,mudem seus costumes e a sua identidade.

Quantos deles são Efraimitas que você esta rejeitando? O quanto você tem sido obstáculo para D’us unir as tribos de Yehuda e Efraim? E o que eu posso dizer? Estão também errados. Não estão tendo temor a D’us e vão acertar as contas com Ele, pois D’us é um D’us que retribui.

Que possamos nos unir nas bênçãos de Jacó lembrando que cumprir a Torá é observá-la em seu espírito e não simplesmente seguir as normas, que são sagradas e importantíssimas.

Que possamos nos lembrar de que orar a D’us e estudar a sua palavra não é uma tarefa diária,mas a chance,a oportunidade de relacionamento com D’us.

 Que o Eterno faça a nós como a Efraim e a Menashé!

Então… Chazak chazak venitz chazek! Força, força, que sejamos fortalecidos.

שִׁילֹה, וְלוֹ  יָבֹא כִּי-

VEJA QUE HÁ UMA SEQUENCIA DE 4 EM 4 SE UNIRMOS ESTAS 3 LETRAS FORMA A PALAVRA YESHU OU YESHO,DEPENDENDO DA PRONUNCIA. NA REGIÃO DA GALILEIA NOSSO YESHUA ERA CHAMADO DE YESHO. E ATÉ HOJE NO ARAMAICO E NO CIRIACO É CHAMADO DE YESHO OU YESHU.

SE USARMOS A GUEMATRIA, ESTA FRASE TEM UM VALOR NUMERICO DE 358, E A PALAVRA MASHIACH TEM O VALOR NUMERICO DE 358 INDICANDO QUE TEM A MESMA ESSENCIA OU HÁ UMA RELAÇAO DE INTERDEPENDENCIA ENTRE ELAS. KIA VO SHILO VELÓ

Translate »