PARASHA CHUKAT  (Estatuto da Torá)

Beit HaDerekh

PARASHA CHUKAT  (Estatuto da Torá)

Compartilhe -

PARASHA CHUKAT        פָּרָשָׁה  חֻקַּת  (Estatuto da Torá)
Nm 19 – 22:1  Bemidbar  (No Deserto)
Haftará Jz 11:1-33      ספר שופטים , Sefer Shoftim
Hb 9:11-28/Jo 3:10-21

Números 19 1 disse mais o Senhor a Moisés e a Arão: 2 Este é o estatuto da lei qu Senhor ordenou, dizendo: Dize aos filhos de Israel que te tragam uma novilha vermelha sem defeito, que não tenha mancha, e sobre a qual não se tenha posto jugo:3 Entregá-la-eis a Eleazar, o sacerdote; ele a tirará para fora do arraial, e a imolarão diante dele. 4 Eleazar, o sacerdote, tomará do sangue com o dedo, e dele espargirá para a frente da tenda da revelação sete vezes. 5 Então à vista dele se queimará a novilha, tanto o couro e a carne, como o sangue excremento; 6 sacerdote, tomando pau do cedro, hissopo e carmesim, os lançará no meio do fogo que queima a novilha. 7 Então o sacerdote lavará as suas vestes e banhará o seu corpo em água; depois entrará no arraial; sacerdote será imundo até à tarde.8 Também o que a tiver queimado lavará as suas vestes e banhará o seu corpo em água, e será imundo até à tarde.9 E um homem limpo recolherá a cinza da novilha, e a depositará fora do arraial, num lugar limpo, e ficará ela guardada para a congregação dos filhos de Israel, para a água de purificação; é oferta pelo pecado. 10 E o que recolher a cinza da novilha lavará as suas vestes e será imundo até à tarde; isto será por estatuto perpétuo aos filhos de Israel e ao estrangeiro que peregrina entre eles. 11 Aquele que tocar o cadáver de algum homem, será imundo sete dias. 12 Ao terceiro dia o mesmo se purificará com aquela água, e ao sétimo dia se tornará limpo; mas, se ao terceiro dia não se purificar, não se tornará limpo ao sétimo dia. 

Quem não entendeu este texto?
É uma lei estranha, sem nexo, mas não foi à toa que D’us disse que ela é o estatuto da Torah. Nela se resume toda a Torah. Vamos tentar descobrir por quê?

“Ao lermos na Torah este texto em hebraico o texto “diz “ Esta é uma CHUKAT AT TORÁ
Estatuto da Torah, é a única vez que um mandamento é introduzido na Torah desta maneira”.

ב  זֹאת חֻקַּת הַתּוֹרָה, אֲשֶׁר-צִוָּה יְהוָה לֵאמֹר:  דַּבֵּר אֶל-בְּנֵי יִשְׂרָאֵל, וְיִקְחוּ אֵלֶיךָ פָרָה אֲדֻמָּה תְּמִימָה אֲשֶׁר אֵין-בָּהּ מוּם, אֲשֶׁר לֹא-עָלָה עָלֶיהָ, עֹל. 2 This is the statutf the law which the LORD hath commanded, saying: Speak unto the children of Israel, that they bring thee a red heifer, faultless, wherein is no blemish, and upon which never came yoke

Os mandamentos da Torah podem ser divididos em 3:

Leis Civis: (Mishpatin)   מִּשְׁפָּטִים São mandamentos que podem ser entendidos pelo nosso intelecto como não assassinaras ,não roubaras,não adulteraras. São mandamentos que fazem sentido e de cunho moral.

Testemunhos: (Eduiot)   עדויות  São Mandamentos atrelados a memória,como testemunho da fé no Eterno e que nem sempre são entendidos.

Por exemplo : as festas são sempre testemunhos que você faz para se lembrar daquilo qucorreu e para testemunhar a sua fé e crença nos princípios de D’us.

Quando você celebra o Shabat, ele não é um mandamento de cunho moral como as Mishpatin ele  atesta nossa crença de qu Todo Poderoso criou o mundo em seis dias; e é um testemunho da sua fé em D’us.

Estatutos: Decretos Divinos: (Chukim)  חכים Mandamentos não entendidos pelo intelecto, eles vão alem da razão.

São superiores por exigirem uma fé superior pois você não guarda porque compreende,você obedece sem entender, você obedece porque é a vontade de D’us.

O fato de um mandamento não ter um motivo óbvio torna seu cumprimento um ato de fé.

Devemos estarmos prontos a obedecer às ordens de D’us, mesmo quando não podemos entendê-las ou justificá-las com lógica.

Exemplos:
Deuteronômio 22

10 Não lavrarás com boi e jumento juntamente.
11 Não te vestirás de estofo misturado, de lã e linho juntamente.

Êxodo 23

19 As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do Senhor teu Deus. Não cozerás o cabrito no leite de sua mãe.
Não comer carne de porco, peixe de couro, coelho e a lei da novilha vermelha se encaixam neste estatuto. Que não é um estatuto qualquer, é o estatuto  CHUKAT A TORAH. Se toda a Torah pudesse ser resumida em uma única lei, seria esta.

CHUKAT A TORAH está nos ensinando que aquele que cumpre um “Chok” (Chukat) como este, apesar de não entender as razões, é considerado como se tivesse cumprido toda a Torá, pois é uma grande demonstração da sua vontade incondicional de cumprir a vontade de D’us.

Porém, quando cumprimos uma Mitzvá cujas razões são óbvias, não fica claro se a estamos cumprindo apenas porque faz sentido ou simplesmente pois D’us nos ordenou.

Nós necessitamos da novilha vermelha (Pará Adumá) para recordar os limites do nosso intelecto e as fronteiras da nossa compreensão.

Quando batemos de frente com a nossa própria ignorância, aprendemos a sujeitar a nossa arrogância submetendo-nos à inteligência do Criador.

O uso da Kipá não é para proteger a cabeça, mas sim como um sinal de submissão e modéstia, cobrindo o crânio ele está dizendo que está ciente da limitação de suas faculdades intelectuais.

A mais importante vitamina da nossa dieta espiritual é Obediência e Submissão ao Eterno.
Vamos relembrar primeiro os conceitos da Torah sobre purificação:

As cinzas da novilha vermelha serviam para purificação:
Pureza espiritual na Torah é sinônimo de VIDA.   טוֹהַר (Tohar)

A pessoa que está pura não quer dizer que ela não tenha pecado, mas está pura para servir ao Senhor.
Não é uma pureza biológica e sim espiritual.
A impureza espiritual na Torah vem da palavra Bloqueio, Impedimento  תומה (Tumá), mas de que?
De ser carnal. Por isso guardamos os seus mandamentos que são atributos de D’us gerados no céu para guardarmos aqui na terra.
Nós vivemos princípios do céu aqui na terra. Nós trazemos D’us a terra quando guardamos os seus mandamentos.
Em ocasiões especiais como no casamento, no Barmitzva, como nós judeus cumprimentamos os noivos aniversariante?
Mazal Tov,   טוֹב מַזָּל   SORTE ? Mazal significa fluir, quando uma pessoa diz a você mazaltov ele está dizendo que a benção do Eterno flua através de você.

Que sejamos um canal de bênçãos sem bloqueio, quem está impuro está bloqueado, não consegue fluir a espiritualidade de D’us.

Voltando ao texto Nm 19: 3-12
As cinzas com os ingredientes eram misturadas as águas do tanque de Siloé e eram guardadas para a purificação.
Quando uma pessoa era considerada impura para exercer o serviço no templo?
Tocar em cadáver
Mulheres no período menstrual
Lepra (não é hanseníase).
O homem quando ejaculava também se tornava impuro (O significado de SÊMEN: Ato de semear, liberação de espermas para semear à vida).

Porque se tornavam impuros?
Em todas as situações há morte. O que é morte no conceito de pureza? Ausência da vida.

Todos estes casos deveriam ser tratados com as águas que continhas às cinzas da novilha vermelha.
No terceiro e no sétimo 7 dia.

Da pra ver que não é uma lei que faz sentido, mas porque toda a Torah está contida nesta lei?

O sacerdote despendia muito tempo para preparar toda esta purificação, degolar a novilha, queima-la, para purificar uma outra pessoa que provavelmente ele nem conhecia.

Ele que estava puro, cumpria todo o estatuto para purificar uma outra pessoa  e ele se tornava impuro. Ele se torna impuro para tornar uma pessoa pura.

Há um paradoxo aqui. Ao cumprir este estatuto o puro se torna impuro impuro se torna puro. Este é um segredo da Torah.
O que reflete todo este ato do sacerdote é um ato do próprio D’us:  É UM ATO DE AMOR.
O maior ato de amor é a entrega da vida, é quando você se entrega.
Este é o resumo da Torah : O Shema Israel:  Dt 6:4-6

Ouve, Israel, o Senhor nosso D’us,D’us é UM.
Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.

E estas palavras, que hoje trdeno, estarão no teu coração;
Toda a Torah se resume em uma palavra: AMOR se a Torah na sua vida não tem gerado amor você não tem cumprido o que deveria cumprir.

A obediência aos mandamentos de D’us deve produzir em nós um sentimento de AHAVA, AMOR pelo próximo.
Estes procedimentos se assemelham aos sacrifícios expiatórios, porem ele é diferente. A novilha vermelha não era oferecida no altar onds sacrifícios eram feitos. Mas o Eterno determinou que ela fosse sacrificada fora do acampamento.

A novilha vermelha era um sacrifício para a purificação do povo mas foge totalmente da sistemática dos sacrifícios, e qual a razão disto? Nós sabemos que D’us não da ordens à toa, e que todo abate de animais com fim em expiação de pecado aponta para o Messias. Como cumprir este mandamento hoje?

Ezequiel 36

24 Pois vos tirarei dentre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra. 25 Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias, e de todos os vossos ídolos, vos purificarei. 26 Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carn coração de pedra, e vos darei um coração de carne.

Haverá um tempo determinado qu próprio D’us aspergirá em nos água pura e nos purificara, PARA QUE?

Ezequiel 36
27 Ainda porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis as minhas ordenanças, e as observeis. 28 E habitareis na terra que eu dei a vossos pais, e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.

Esta profecia faz alusão ao Espírito Santo de D’us habitar em nós e não mais estar sobre nós.
Este caso da novilha vermelha tem estreita conexão com o sacrifício de Yeshua:

  • A novilha vermelha era uma novilha raríssima (2 fios pretos) .
    Segundo Maimônides foram sacrificadas em toda a historia de Israel apenas 9 novilhas vermelhas.
  • Da mesma forma que Yeshua é UM e seu sangue precioso, a novilha vermelha tinha que ser perfeita e sem defeito.
    A novilha vermelha foi sacrificada fora do acampamento Yeshua foi sacrificado fora dos muros de Jerusalem. 
  • No versículo 10 diz qu sacrifício da novilha vermelha era tanto para os filhos de Israel como para o estrangeiro e o sacrifício de Yeshua foi tanto para os filhos de Israel como para o estrangeiro pois Ele tem a capacidade de espiar o pecado de todos que creem nele
  • Esta expiação transformava o impuro em puro da mesma forma Yeshua veio para nos purificar.
  • Toda a tradição judaica (Talmud,Midrash,sábios,zohar etc.) afirmam que a novilha era sacrificada no monte das Oliveiras e isto é profundo pois toda a tradição está apontando para Yeshua. Yeshua ascendeu aos céus no Monte das Oliveiras e voltará no mesmo lugar.
  • Durant sacrifício da novilha, adicionava-se hissopo, cedro e carmesim. Enquanto que no julgamento de Yeshua, colocaram um manto escarlate sobre ele (Mateus 27:28). Quando ele estava pendurado na cruz e reclamou de sede, os soldados puseram uma esponja ensopada de vinagre numa cana de hissopo, e lha chegaram à boca (João 19:29)
  • As cinzas da novilha deveriam ser armazenadas fora da cidade (João 19:41).
    O corpo de Jesus foi colocado no túmulo fora da cidade. 
  • A novilha deveria ser completamente consumida. Jesus se deu por completo em sacrifício.
  • As cinzas da novilha deveriam ser recolhidas por alguém purificado, e então serem armazenadas em um local limpo. José de Arimatéia, um homem devoto, carregou o “corpo de Jesus colocou num sepulcro novo, que nunca havia sido profanado” (João 19:41) 
  • Nm 19:12 Ao terceiro dia se purificará com aquela água, e ao sétimo dia será limpo; mas, se ao terceiro dia se não purificar, não será limpo ao sétimo dia. Isto implica que se não aceitarmos a morte e ressurreição de Yeshua (a verdadeira novilha vermelha) ao terceiro dia; não poderemos ser purificado no sétimo dia, representação do 7º milênio, reino de Yeshua! 

Esta parte da Parashá, concentra-se na novilha vermelha e suas cinzas, que são principalmente destinadas à purificação daqueles que se tornaram impuros.

Depois de 40 anos no deserto, vemos os israelitas começando a se aproximar da Terra de Israel e, ao mesmo tempo, partindo do deserto e de uma vida errante. Eles foram até separados de alguns de seus queridos líderes, Miriã, a profetisa, e Arão, o sacerdote.

Números 20
1 Os filhos de Israel, a congregação toda, chegaram ao deserto de Zim no primeiro mês, povo ficou em Cades. Ali morreu Miriã, e ali foi sepultada.

Miriam é honrada nas Escrituras Sagradas através do profeta Miqueias.

Miqueias 6:4
4 pois te fiz subir da terra do Egito, e da casa da servidão te remi; e enviei adiante de ti a Moisés, Arão e Miriã.

Nesta Parasha, há uma escassez severa de água, as pessoas reclamaram, e Deus disse a Moisés para falar com uma rocha como uma solução. Na verdade, Moisés estava muito irado com o povo, então, em vez disso, ele bateu na pedra. Como resultado desta atitude, Moisés foi punido e não pode entrar na Terra Prometida.

Números 20
7 E o Senhor disse a Moisés:
8 toma a vara, e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha perante os seus olhos, que ela dê as suas águas. Assim lhes tirarás água da rocha, e darás a beber a congregação e aos seus animais.

Números 20
9 Moisés, pois, tomou a vara de diante do senhor, como este lhrdenou. 10 Moisés e Arão reuniram a assembleia diante da rocha, e Moisés disse-lhes: Ouvi agora, rebeldes! Porventura tiraremos água desta rocha para vós?  11 então Moisés levantou a mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saiu água copiosamente, e a congregação bebeu, s seus animais. 

Moisés desobedecendo a D’us ainda tirou a esperança do povo de ter água e este erro de Moisés, como LIDER do povo causou esta punição tão severa.

Números 20
12 Pelo qu Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não me crestes a mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso não introduzireis esta congregação na terra que lhes dei.  13 Estas são as águas de Meribá(Disputa), porque ali os filhos de Israel contenderam com o Senhor, que neles se santificou. 

Por este motivo nem Moisés nem Aarão entraram na terra prometida, Moises por ter ferido a rocha em desobediência ao Eterno e instalar a desesperança e Aarão por não protestar quando Moisés bateu na rocha pela primeira vez, tornou-se cúmplice e foi também punido.

Números 20
23 E falou o Senhor a Moisés e a Arão no monte Hor, nos termos da terra de Edom, dizendo:  24 Arão será recolhido a seu povo, porque não entrará na terra que dei aos filhos de Israel, porquanto fostes rebeldes contra a minha palavra no tocante às águas de Meribá. 25 Toma a Arão e a Eleazar, seu filho, e faze-os subir ao monte Hor; 26 e despe a Arão as suas vestes, e as veste a Eleazar, seu filho, porque Arão será recolhido, e morrerá ali.  

O povo de Israel já estava muito próximo das fronteiras de Canaã e da Terra Prometida, e por causa disso as batalhas, guerras e conquistas estavam prestes a começar.

As pessoas reclamaram mais uma vez com o Eterno e, devido a suas amargas queixas, Ele enviou serpentes para morder o povo. Depois do arrependimento e da oração de Moisés, Deus apresentou uma interessante forma de cura, uma estátua – uma serpente feita de bronze, que quem olhasse para ela seria curado.

Números 20
5 E o povo falou contra Deus e contra Moisés: Por que nos fizestes subir do Egito, para morrermos no deserto? pois aqui não há pão e não há água: e a nossa alma tem fastio deste miserável pão. 6 Então o Senhor mandou entr povo serpentes abrasadoras, qu mordiam; e morreu muita gente em Israel

 Números 20
 7 Pelo qu povo veio a Moisés, e disse: Pecamos, porquanto temos falado contra o Senhor e contra ti; ora ao Senhor para que tire de nós estas serpentes. Moisés, pois, orou pelo povo. 8 Então diss Senhor a Moisés: Faze uma serpente de bronze, e põe-na sobre uma haste; e será que todo mordido qulhar para ela viverá. 9 Fez, pois, Moisés uma serpente de bronze, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, tendo uma serpente mordido a alguém, quando esslhava para a serpente de bronze, vivia.   

O Novo Testamento usou o conceito da serpente para explicar a salvação e a redenção de Yeshua, o Messias:

“Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa qu Filho do homem seja levantado, para que todo aquele que crer tenha a vida eterna nele. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. ”- João 3: 14-16

A serpente exemplifica a salvação. Esses versos são a essência do Novo Testamento, bem como a essência de Yeshua.
Toda a ideia de redenção é apresentada com esta maravilhosa simplicidade. O Messias como a serpente no deserto, deve ser erguido para todos. Para todo qu ver, será salvo.

Êxodo 17 :  11 E acontecia que quando Moisés levantava a mão, prevalecia Israel; mas quando ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque.   12 As mãos de Moisés, porém, ficaram cansadas; por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, e ele sentou-se nela; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um de um lado outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até o pôr do sol.   13 Assim Josué prostrou a Amaleque e a seu povo, ao fio da espada.

Será que eram as mãos de Moisés que faziam o povo de Israel prevalecer na guerra contra Amalec?

O Talmud questiona: Acaso a serpente de cobre tirava ou restituía vida? Na verdade todo o tempo qus filhos de Israel elevavam seus olhos ao céu e submetiam os seus corações ao Eterno, eles se curavam (Talmud Rosh Hashaná 3,8).

Moisés fez a serpente de cobre, pois era o material mais durável na época.Contra a luz do sol, tornava-se fulgurante e bastante visível devido à altura da haste.

Esta serpente foi guardada pelos filhos de Israel juntamente com a vasilha do Maná e a vara de Aarão, no Tabernáculo.
Depois ela foi adorada pelo povo alterando completamente seu significado. Foi então destruída pelo Rei Ezequias.

2 reis 18:4
4 tirou os altos, quebrou as colunas, e deitou abaixo a Asera; e despedaçou a serpente de bronze que Moisés fizera (porquanto até aquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso), e chamou-lhe Neüstã. 

É verdade que nós devemos cumprir os mandamentos (Mitzvót) apenas por D’us ter nos comandado, mas não é suficiente cumpri-las como se fossemos robôs, sem nenhum pensamento ou entendimento do que estamos fazendo.

Os mandamentos (Mitzvót) destinam-se a nos mudar, a nos transformar em pessoas melhores e isto é algo essencial para o nosso relacionamento com D’us.
Explica  Rambam qu propósito de todas as Mitzvót é nos trazer mais próximos de D’us e reconhecer que Ele é o nosso Criador.
Porém, este processo pelo qual a pessoa se aproxima de D’us através do cumprimento dos mandamentos não ocorre de maneira automática. Se a pessoa cumprs mandamentos apenas por hábito, apesar de tecnicamente tê-los cumprido, não as utilizou para alcançar seu objetivo verdadeiro, que é a proximidade com D’us.

Translate »